Uma linda surpresa – Hostel Doña Jovita

Compartilhe e Comente

Chegamos ao Equador um tanto quanto cansados, após uma ótima experiência em Máncora, Peru, no hostel Kokopelli. Nosso passo a passo foi um pouco cansativo, mas, na medida do possível, tranquilo. Entramos na cidade de Montañita.

Ao chegar à cidade praiana do Equador, fomos buscar um lugar onde ficar. Na verdade que estávamos buscando o mais econômico. Ficamos, mais ou menos, 1 hora, entre hosteis e campings para escolher onde parar.

montanita  IMG 4072 reduzida 640x2112 Uma linda surpresa – Hostel Doña Jovita

Chegando no hostel Jovita

Encontramos de opções bem econômicas às mais estruturadas e, também, as mais carinhas. Acontece que, quando passamos no hostel Doña Jovita, sentimos uma “buena onda” com um dos gerentes do hostel, Lucas. Para ter uma ideia, o cara encontrou um lugar no quintal da casa para colocarmos a barraca e acabou nos fazendo o preço mais econômico que havíamos encontrado.

montanita  IMG 4078 reduzida 640x2112 Uma linda surpresa – Hostel Doña Jovita

O início do mural Jovita

Apesar de sermos brasileiros, gostamos muito de argentinos. Perto do Natal, o Ivan lembrou que o melhor é estar com pessoas legais. Ou seja, sem pensar mais, ali ficamos.

Chegamos e encontramos a outra gerente, Mika. Não podia ser melhor. Muito tranquila e nos ajudou a buscar o melhor local do quintal, nos ofereceu lona e isolantes térmicos.

Resolvido! Casa mais que instalada. Fomos encher a pança, já que não havíamos comido todo o dia.
Quando voltamos, eles comentam que teriam um quarto, meio que de entulho e que, se limpássemos, teríamos ele à disposição até o dia 27 de dezembro, conforme necessitávamos.

Perfeito! Melhor impossível. E não é que seguir a intuição e coração sempre é a melhor opção.

montanita  IMG 4097 reduzida 640x2112 Uma linda surpresa – Hostel Doña Jovita

Juan em uma de suas tatuagens

Realmente foi tudo melhor que a encomenda. Ainda mais quando conhecemos todos os residentes dali.

Que maravilha! Que felicidade. Que lugar com uma linda energia. Uma positividade que contagiava a todos por ali. Leo, o outro gerente, Naty, Mati, Juan, Dani, Victoria, Gustavo e Hernan foram mais que família. Um curto período, mas provavelmente voltaremos a encontrá-los em breve.

Inclusive muitas pessoas se juntaram com a gente para passar o Natal, em busca de um calor humano. E a nossa família estava ali, no hostel Doña Jovita, com o coração aberto para receber os viajantes desse mundão.

Leiam como foi o Natal longe de casa, porém com essa linda e grande família!


Gostou?! Receba nossos passos