Passo a passo de Quito a Cali – Colômbia

Compartilhe e Comente

Foram dois meses e meio pelo Equador, país onde vivemos mil e uma maravilhas e outras experiências não tão felizes assim. Era hora de conhecer um novo lugar, uma nova cultura e o último país antes de entrarmos ao Brasil. Saímos rumo a Cali, na Colômbia.

Saímos de Quito bem cedinho, o caminho era longo, sabíamos que chegaríamos a Cali somente no dia seguinte.
Primeiro pegamos o trolebus – U$0,25 – da cidade sentido Rio Coca e descemos no ponto final, de lá subimos em um outro ônibus, grátis, sentido a rodoviária de Carcelén. Esse trajeto urbano nos durou, pelo menos, 1 hora, por isso saímos cedo.

Chegando a Carcelén subimos no único ônibus que nos levava até Tulcán – U$5,00 pax -, cidade fronteira com a Colômbia no extremo norte do Equador, a qual estava a, mais ou menos, cinco horas de viagem.

Um pouco assustados, ou melhor, traumatizados, fomos bem atentos ao caminho, aos passageiros e as nossas coisas.
Logo que subimos, vimos que um “tipo” do nosso lado olhava bastante, mas era de curioso. Até que ele abriu a boca e saiu aquele inglês norte americano. Fomos papeando com o californiano, o Eric.

Ao chegar ao terminal de Tulcán, decidimos subirmos os três (nós e o Eric) em um taxi para chegar até a fronteira. Uma boa ideia! Nos cobraram U$3,50 os quais dividimos entre os três.

A fronteira estava, relativamente, tranquila. Carimbamos nossa saída do Equador e, antes de cruzar pra Colômbia, fomos trocar uns dólares por pesos colombianos, U$1,00 – COP$1.970,00, para não se perder nas contas, a melhor coisa é dividir por dois e tirar os zeros! Assim, sabe-se quanto é em dólar…Rsrs…

CUIDADO! Não tivemos problemas nesse momento de cambio, mas muitos dos nossos amigos e outros viajantes tiveram. Problemas do tipo, entregar uma nota de U$50 e falaram que foi de U$20, ou dar uma nota de dólares, a pessoa te dá às costas e depois vira falando que era falsa e te devolve uma nota falsa ou, até, te enrolar nos número… É preciso estar atento!

cali  IMG 4055 reduzida 640x640 Passo a passo de Quito a Cali – Colômbia

Chegando a Cali

Bem, cruzamos a ponte caminhando para a Colômbia e entramos na imigração. Fomos muito bem recebidos, com muita educação e nos deram noventa dias dentro do país. Uns policiais nos acompanharam até um taxi e por outros COP$7.000,00 / U$3,50 fomos até o terminal rodoviário da cidade fronteiriça colombiana de Ipiales.

Em Ipiales, a receptividade, também, foi incrível! Os colombianos são carismáticos.
Estudamos as melhores empresas para viajar durante a noite de Ipiales até Cali. Eram treze horas de viagem noturna em um novo país, então, estávamos alerta.

As duas melhores empresas pra esse percurso, definitivamente, são a Bolivariano e a Transipiales. Nós viajamos pela segunda, pois os serviços e a veracidade das informações nos convenceram.

Detalhe: o transporte na Colômbia é caro!!! Pagamos COP$35.000,00/U$18,00 pax para esse trajeto.
Tivemos tempo para almoçar um menu na própria rodoviária – COP5.000,00/U$2,50 – nos despedimos do Eric e às 18h30 embarcamos.

Os funcionários do ônibus nos deram uma atenção de primeira e a viagem foi direta, somente com as paradas já programadas. Uma das únicas coisas e muito interessantes desse trajeto, que vale destacar, é que: “não se assustem se no meio da noite vocês acordarem e estiveram parados na estrada. É um comboio de ônibus que as empresas organizam para cruzar uma região onde a delinquência é muito frequente.” Pois é desse jeito! No meio da noite os ônibus param e se juntam para seguir viagem e assim a coisa funciona bem.

Enfim, com um pouco de atraso por um desmoronamento de terra na estrada. Chegamos à cidade de Cali às 8h30, depois, de uma longa, porém, tranquila viagem.

Hora de começar a ver o que há na Colômbia!

Como chegar em Passo a passo de Quito a Cali – Colômbia

icon_onibus

De ônibus
Foi nossa opção! Saindo de Quito até a rodoviária de Carcelén são 2 ônibus – U$0,25 pax.

De Carcelén um ônibus a Tulcán, Equador – U$5,00 pax. De Tulcán até a fronteira, o melhor jeito é um taxi por U$3,50 a corrida.

Antes da ponte se faz a saída do Equador, se cruza a ponte caminhando tranquilamente, e se dá a entrada na Colômbia. Da imigração colombiana, a melhor opção é um taxi até o terminal de Ipiales – COP$7.000,00/U$3,50 corrida ou U$1 por pessoa, mas ai o taxi é compartilhado com outras pessoas.

De Ipiales a Cali são 13 horas de viagem e a passagem na empresa Transipiales nos custou COP$35.000,00/U$18,00 pax. E podem variar de COP$25.000,00/U$13,00 pax a COP$45.000,00/U$23,00 pax.

De carro
Uma longa viagem. E, definitivamente, não recomendaríamos o trecho Ipiales – Cali durante a noite. Já que os próprios ônibus fazem comboios para poder fazer esse trajeto com segurança.

A melhor coisa é cortar a viagem em dois dias para não viajar a noite. E ter todos os documentos em dia já que existem muitos controles policiais nas estradas colombianas.

De carona
Não recomendamos muito. A saída de uma cidade grande nunca é tão recomendada.
Outro detalhe interessante é que pedir carona na Colômbia é, teoricamente, proibido. Então é um pouco difícil de que deem carona pelas estradas.

De avião
Sair de Quito para Cali em avião é simples, as duas cidades contam com aeroportos. A maioria dos voos fazem escalas ou em Guayaquil (Equador) ou em Bogotá (Colômbia).


Gostou?! Receba nossos passos