Famosa pela “rumba” e pela Salsa Caleña, nossa estadia em Cali

Compartilhe e Comente

Chegamos a Cali pela manhã. O tempo estava cinza, mas pelo menos já faz calor nessa região. Fomos diretamente para o La Pinta Boogaloo Hostel para descansar já que a nossa viagem foi tranquila, porém longa.

Cali é uma cidade considerada de trânsito pelos mochileiros e viajantes. A cidade é bonita e tem alguns pontos para se conhecer, mas o que mais há para desfrutar é a noite caleña! E…

E…no mesmo dia que chegamos já fizemos uma aula de Salsa no próprio hostel para poder entrar no ritmo da cidade!

cali  IMG 4170 reduzida 640x640 Famosa pela “rumba” e pela Salsa Caleña, nossa estadia em Cali

Aula de salsa no La Pinta Boogaloo

Nós, depois de todo um dia de descanso, saímos para umas voltas pela cidade e fomos encontrar uns amigos da “Casa Jovita” (nossa casa em Montañita) que estavam na cidade. Em realidade, um casal de colombianos que vivem aí, a Marieth e o David, e o Hernán, famoso Shipi!

cali  IMG 4207 reduzida 640x640 Famosa pela “rumba” e pela Salsa Caleña, nossa estadia em Cali

Música na noite caleña

Chegamos à casa dos amigos dos nossos amigos e começou a grande surpresa. Uma república de universitários, Gabriel, Sebastian e Alejandro, e que, como toda república, sempre está de portas aberta para reuniões, festas e outras coisas!

Chegamos e estavam os pais de dois deles. E nossas boas vindas foram com cerveja e a linda voz da mãe do Gabriel que, também, tocava violão. Beatles, Pink Floyd, Bob Dylan….e assim foi nossa tarde.
Ao cair da noite, fomos até um JAM musical (improvisação com instrumentos musicais) e quando chegamos, na verdade era aniversário de um francês com um churras e linda música na laje. Incrível!

Muito poder e magia aconteceu ali com todos aqueles instrumentos e tambores. E, quando já estava tarde para o barulho e a bagunça…a festa não acabou! Voltamos à república dos meninos e lá surgiram mais e mais pessoas e mais e mais instrumentos! Não sabíamos de onde surgia toda aquela gente. E a coisa foi até o amanhecer pelo que ouvimos, pois às 4h da matina nos retiramos exaustos e felizes!

cali  IMG 4235 reduzida 640x640 Famosa pela “rumba” e pela Salsa Caleña, nossa estadia em Cali

Os gatos em Cali

cali  IMG 4247 reduzida 640x640 Famosa pela “rumba” e pela Salsa Caleña, nossa estadia em Cali

Esculturas de Os Gatos em Cali

No dia seguinte saímos para conhecer algo da cidade, e, mesmo cansados, fomos ver El Gato del Rio.
Os monumentos são uma exposição fixa do artista Hernando Tejada. Os gatos estão à margem do rio contemplando a história do gato que foi encontrado na região e de suas gatas.

Depois de um piquenique por ali, seguimos caminhando até o parque Santo Antônio, uma subida e tanto. Mas valeu a pena, a igrejinha singela e o parque no topo de um morro da cidade nos permitiu sentar e descansar.

cali  IMG 4337 reduzida 640x640 Famosa pela “rumba” e pela Salsa Caleña, nossa estadia em Cali

Igreja em Cali

cali  IMG 4264 reduzida 640x640 Famosa pela “rumba” e pela Salsa Caleña, nossa estadia em Cali

Parque Sto. Antônio

cali  IMG 4262 reduzida 640x640 Famosa pela “rumba” e pela Salsa Caleña, nossa estadia em Cali

Marca registrada 4Pies em Cali

No dia seguinte foi a vez de nos meter pelo centro da cidade. Caminhamos, caminhamos…visitamos praças e igrejas.

A praça onde está a prefeitura da cidade tem algumas árvores nacionais da Colômbia, a Palma de Cera. São lindas palmeiras em uma linda praça.

Seguimos para a La Hermita, uma igreja que parece um castelinho da Cinderela. E olha só a princesa aí…

cali  IMG 4355 reduzida 640x640 Famosa pela “rumba” e pela Salsa Caleña, nossa estadia em Cali

Igreja em Cali

cali  IMG 4371 reduzida 640x640 Famosa pela “rumba” e pela Salsa Caleña, nossa estadia em Cali

Teatro Municipal

cali  IMG 4388 reduzida 640x640 Famosa pela “rumba” e pela Salsa Caleña, nossa estadia em Cali

La Merced

Como era nossa última noite e nossa amiga, a Marieth, ia morar no Panamá, rolou uma despedida na república dos meninos. Um jantar entre amigos cheio de amor e alegria.

Comemos, nos abraçamos, rimos e fomos para o hostel para no dia seguinte dar “uma fuga da cidade grande”!


Gostou?! Receba nossos passos