Passo a passo – de San Martín de Los Andes a Mendoza

Compartilhe e Comente

Já era hora =(. Chegou o momento de deixar para trás (dessa vez) a inigualável Patagônia Argentina.

Saímos de San Martín de los Andes, rumo a Mendoza, já na região oeste do meio do país. Longos 1.200Km pela frente!

mendoza  IMG 8378 reduzidas Passo a passo – de San Martín de Los Andes a Mendoza

No meio da entrada

Fomos “picando” a viagem, porque decidimos conhecer a cidade de Junín de los Andes, e, também, porque saía mais barato certos horários de certas empresas de ônibus.

Saímos de San Martín e em 1h estávamos em Junín. Um povoado pequeno, não muito turístico e sem muitas atrações pelo centro.

Porém, há uma coisa muito interessante. O Via Christi, um parque temático que interpreta a vida de Jesus Cristo sob um ponto de vista contemporâneo e com traços Mapuches (povo indígena que, ainda está presente na região).
O parque consiste em 22 estações que são formadas por esculturas que representam os passos de Cristo, do seu nascimento até sua morte.

Cristo no deserto com o diabo é muito original. O capeta tem várias caras, como a do Bush e um espelho!

mendoza  IMG 8371 reduzidas Passo a passo – de San Martín de Los Andes a Mendoza

Cristo e o Diabo

mendoza  IMG 8350 reduzidas Passo a passo – de San Martín de Los Andes a Mendoza

Via Cristi

O preço do parque pode ser meio salgado para quem não é um curioso ou interessado do tema. A entrada sai AR$20,00 por pessoa.

O ônibus sai de hora em hora de San Martín e custa AR$11,00, um preço bem acessível ou para seguir viagem (nosso caso) ou para um “bate e volta” de San Martín de los Andes.

De Junín de los Andes fomos até Neuquén (capital da província de mesmo nome, Neuquén). Uma viagem que de 6 horas entrando o país. Fizemos pela empresa Albus, e conseguimos a taxa mais econômica do dia – AR$144,00.

Em Neuquén chegamos as 20h15 e corremos pela rodoviária para pegar o ônibus com valor mais econômico do dia que saía às 20h30. Conseguimos! A passagem nos saiu AR$365,00 pelos quase 850km que nos faltavam pela frente. Um tiro para o norte do país em 12 horas!

Bom, resumindo o trajeto foi:

San Martín de los Andes – Junín de los Andes – Neuquén – Mendoza
Em, basicamente, 24 horas
Com o custo de AR$520,00 por pessoa!

Para quem não quer economizar tanto e não fazer esses cortes, a empresa Andesmar oferece a passagem direta de San Martín a Mendoza por AR$670,00.

COMO CHEGAR
- De avião:
Desde San Martín para Mendoza se pode ir voando, mas sai bem caro e sim ou sim existe a escala na capital, Buenos Aires.
De São Paulo, a coisa já convém mais. Mas a escala em Buenos Aires, também, é inevitável.
www.decolar.com.br
www.despegar.com.ar

OU

- De ônibus:
A empresa Andesmar faz o trajeto direto: San Martin de Los Andes – Mendoza
AR$670,00

Fazer o trajeto cortado demora mais tempo, mas pode ser um passeio e uma opção econômica. Existem várias empresas que fazem os diversos trajetos, vamos deixar o nosso que é o mais econômico nesse caso de meio de transporte.

San Martín de los Andes – Junín de los Andes – Neuquén – Mendoza
AR$11,00 – AR$144,00 – AR$350,00, respectivamente.
Chevallier – Albus – Del Sur y Media Agua são as empresas que escolhemos para esse tramo.

OU

- Veículo:
Pode ser uma boa se estiver com seu próprio veículo. Alugar sai aquele absurdo devido a taxa de droppoff (deixar o carro em outro ponto).

OU

- Carona:
Se estiver com tempo, pode ser uma boa opção. Para o norte os povoados costumam ser mais constantes. Só cuidado para não ficar no meio do nada no inverno. Continua sendo bem fresco o dia por esses lados.

Aproveitamos para falar, que sempre antes de pegar a carona, você deve estar bem consciente que não conhece a outra pessoa. Ou seja, tenha sempre isso em conta antes de tomar essa decisão.


Gostou?! Receba nossos passos